O tão esperado encontro com a Asio

Na última terça-feira, dia 25 de julho, recebi a ligação do Rafael Peter, um observador de aves aqui de Pelotas. Na ligação ele me disse que havia encontrado a coruja-orelhuda (Asio clamator) numa praça no centro de Pelotas. Essa coruja é "raridade" aqui pra nós, visto que ainda há poucos registros da espécie no município.
Logo que eu soube da notícia, espalhei nos grupos de Whatsapp e Facebook do pessoal aqui de Pelotas para que todos soubessem da ocorrência da espécie no local.
Na quarta-feira combinei com o Rafael e com o Fabiano Rosa de irmos atrás da suposta coruja. Combinamos de nos encontrar na praça as 18h, eu cheguei um pouco mais cedo e já fiquei monitorando pra ver se encontrava a ave pra tentar um registro com a luz do sol ainda, mas infelizmente a ave não apareceu.
Começou a escurecer e o Fabiano chegou, fomos atrás dela, agora munidos com o playback. Logo que eu toquei, ouvi a resposta dela.
Ficamos entusiasmados com a possibilidade de registrá-la. Então, a ave sobrevoa nossas cabeças e pousa num galho muito alto, como ainda não era noite, as fotos ficaram horríveis, mas apenas o fato de ter visto essa imponente coruja já estaria de bom tamanho.
O Rafael chegou por volta das 18:30 e logo avisou que a coruja pousaria num galho mais baixo, então usei o playback novamente e pra nossa surpresa, apareceu outro indivíduo, desta vez um jovem. E esse que "facilitou" nossos registros.
A ave ficou pousada num lugar alto, porém "no limpo" e assim fizemos alguns registros da espécie.

coruja-orelhuda (Asio clamator). Foto: Raphael Kurz.

coruja-orelhuda (Asio clamator). Foto: Raphael Kurz.
O local do registro foi na Praça Cipriano Barcellos, mais conhecida com a Praça do "Pop center". Como todos sabem, o local não é tão seguro assim, visto que todas as praças de Pelotas são inseguras. Mas o local recebeu ótima iluminação da prefeitura e no local onde há um chafariz (desativado) é muito iluminado. Por isso, ficamos ali registrando a coruja.
Várias pessoas passavam por nós e ficavam curiosas para saber o que estávamos registrando, quando mostramos a coruja e as fotos as pessoas achavam super legal e queriam saber onde encontrar essas fotos depois. Falei da fanpage do Projeto Aves do Sul e pra minha felicidade, duas pessoas falaram que seguiam a página e achavam super legal o trabalho feito. Isso pra mim não tem preço, visto que comecei esse Projeto sozinho e hoje já está tomando proporções que que nem imaginava...
O "público" achou o máximo a coruja, principalmente as crianças. Quem sabe um dia, as pessoas se conscientizem e comecem aos poucos observar e cuidar do ambiente dessa bicharada.
Agora é tentar voltar lá pra melhorar o registro dessa linda ave e se for possível, registrar a coruja adulta que estava por lá.

Comentários

  1. Mais bem a foto. Gostaria de agradecer para você, porque eu tinha uma foto Coruja-orelhuda em Barra do Quaraí/RS, não foi boa a foto. Quando eu soube você diz tem praça, então fui para tirar a foto. Agora ainda melhor minha foto filhote de coruja. Muito obrigado!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pelos quatro cantos de Rio Grande

Surpresas no Banhado da Marambaia

Explorando a colônia na zona sul