Surpresas no Banhado da Marambaia

Hoje a tarde, fui visitar o Banhado da Marambaia com a Mariana. Local próxima da minha casa (cerca de 15km). Nesse banhado, geralmente encontramos diversas marrecas, garças e outras espécies ligadas ao ambiente aquático. Pra nossa surpresa, hoje não havia praticamente nada dessa bicharada por lá, já que estamos à um bom tempo sem chuva na região.
Por conta disso, hoje o show ficaram por conta dos passeriformes que por lá habitam. O local conta com uma rica biodiversidade. Certa vez, criei uma lista com todas espécies que eu já encontrei por lá. Pra ver a lista, só acessar o link: http://www.taxeus.com.br/lista/7358.
Conseguimos registrar diversas espécies por lá, algumas não deram chance de fotos, como o joão-da-palha (Limnornis curvirostris), o joão-teneném (Synallaxis spixi), o curutié (Certhiaxis cinnamomeus), e o bate-bico (Phleocryptes melanops). Um casa de cardeal-do-banhado (Amblyramphus holosericeus) também deu as caras por lá, mas estavam muito longes, impossibilitando um bom registro.
Observamos um bando com mais de 20 indivíduos de dragão (Pseudoleistes virescens) por lá, todos forrageando no final da tarde.
Os destaques da saída foram a calhandra-de-três-rabos (Mimus triurus), ave que nos visita no inverno e a fêmea da viuvinha-de-óculos (Hymenops perspicillatus) que nos permitiu uma boa aproximação. 
Abaixo alguns registros do dia:

calhandra-de-três-rabos (Mimus triurus). Foto: Raphael Kurz.
viuvinha-de-óculos (Hymenops perspicillatus) fêmea. Foto: Raphael Kurz.
viuvinha-de-óculos (Hymenops perspicillatus) macho. Foto: Raphael Kurz.
pia-cobra (Geothlypis aequinoctialis) macho. Foto: Raphael Kurz.

garibaldi (Chrysomus ruficapillus) fêmea. Foto: Raphael Kurz.

joão-de-barro (Furnarius rufus). Foto: Raphael Kurz.

bichoita (Schoeniophylax phryganophilus). Foto: Raphael Kurz.

bem-te-vi (Pitangus sulphuratus). Foto: Raphael Kurz.

dragão (Pseudoleistes virescens). Foto: Raphael Kurz.
Além das aves, encontramos duas espécies de mamíferos que são frequentemente encontradas por lá. A preá (Cavia aperea) e o ratão do banhado (Myocastor coypus).

banhado (Myocastor coypus). Foto: Raphael Kurz.

preá (Cavia aperea). Foto: Raphael Kurz.
Eu esperava encontrar outras aves, mas a saída foi muito mais proveitosa que eu esperava. Vale a pena investir um tempo na Marambaia, pois lá já fizemos registros importantes, como a saracura-carijó (Pardirallus maculatus) e o frango-d'água-azul (Porphyrio martinicus).
No mais era isso, até a próxima!!!!

Comentários

  1. Hola! buenas capturas!! el día que tomes una polla de agua(P.martinicus) pois llenar a grande página! muito colorido!!!!,um saludo de Uruguay,suerte!!!

    ResponderExcluir
  2. Aqui em Jaú, interior do estado de São Paulo, também, temos uma Marambaia:

    https://www.facebook.com/campanhamarambaia/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pelos quatro cantos de Rio Grande

Explorando a colônia na zona sul